Abertura oficial da Delegação Económica e Cultural de Macau em Taiwan
13-05-2012  DECM

A delegação Económica e Cultural de Macau em Taiwan inaugurou, esta manhã (dia 13), as instalações oficiais. O chefe do Gabinete do Chefe do Executivo, Alexis Tam, ao discursar durante a abertura oficial, disse considerar, este espaço, não apenas um motivo de exultação entre a população de Macau e de Taiwan, como também, um importante marco no relacionamento estreito, de benefício mútuo e desenvolvimento harmonioso.

O secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Cheong U, o chefe do Gabinete do Chefe do Executivo, Alexis Tam e o Director do departamento para os assuntos de Hong Kong e Macau do “Conselho para os Assuntos do Continente”, Yen Cheong Kuang, o membro do Conselho Executivo, Chan Meng Kam e a coordenadora da Delegação Económica e Cultural de Macau em Taiwan, Leong Kit Chi presidiram à cerimónia de abertura, a qual contou ainda com a presença da delegação de Macau, alguns jovens que frequentam as universidades de Taiwan e ainda uma breve apresentação musical de Fado.

O chefe do Gabinete do Chefe do Executivo agradeceu, em primeiro lugar, aos departamentos do governo de Taiwan, em especial ao “Conselho para os Assuntos do Continente”, e a todos os amigos, pelo forte apoio e ajuda durante todo o processo de estabelecimento da Delegação. Disse também acreditar que a Delegação Económica e Cultural de Macau em Taiwan irá trabalhar, naturalmente, de forma a incrementar a qualidade de vida dos residentes de Macau e de Taiwan, acrescentando que com base nos princípios dedicados à população e melhor servir as pessoas, irá promover o intercâmbio e a cooperação entre as partes, designadamente nas áreas da economia, cultura, educação, turismo, desporto e cuidados de saúde, assegurando a prestação de serviços aos residentes de Macau que se encontram a trabalhar, estudar, residir, viajar ou a desenvolver actividades comerciais em Taiwan, prestando também apoio e assistência aos que se encontrem em situações de emergência. Destacou ainda a promoção e o reforço de acções conjuntas no combate ao crime, da mesma forma que revelou que irão ser estabelecidos e mantidos os mecanismos de contacto, com os respectivos serviços de Taiwan, no sentido de promover o papel de plataforma e de ponte de ligação que a delegação representa.

Alexis Tam relembrou que as relações de intercâmbio e cooperação e os contactos entre Macau e Taiwan, desde o estabelecimento da RAEM, têm vindo a tornar-se cada vez mais fortes. Para o mesmo responsável, o Chefe do Executivo, Chui Sai On, sempre teve uma grande atenção aos assuntos relacionados com Taiwan, e nesse sentido, já apresentou diversas medidas concretas e prioritárias, designadamente: a promoção da cooperação entre Macau e Taiwan, partindo, das áreas do comércio, turismo, convenções e exposições, cultura, educação, indústrias criativas; prestação de serviços a pequenas e médias empresas e a particulares que pretendam encontrar oportunidades para seus negócios no estrangeiro; apoio ao aprofundamento do intercâmbio entre organizações da sociedade civil de Macau e de Taiwan, expandindo continuamente as áreas de cooperação entre elas, a fim de incrementar o conhecimento mútuo e a amizade entre os povos.

“Perspectivando o futuro, creio que, através do desenvolvimento de vários projectos, designadamente a transformação de Macau num “centro mundial de turismo e lazer”, o desenvolvimento do papel de Macau como “plataforma de serviços para a cooperação económica e comercial entre a China e os países de língua portuguesa” e a participação de Macau na cooperação da região do Pan-delta do rio das Pérolas, nomeadamente na exploração da Ilha de Hengqin e da zona de Nansha, da Província de Guangdong, novas sinergias potenciarão o desenvolvimento das relações entre Macau e Taiwan, e maiores oportunidades serão proporcionadas aos residentes de Taiwan para investirem e desenvolverem as suas actividades em Macau e no Interior da China”, adiantou o Chefe do Gabinete do Chefe do Executivo.